São diversos os estudos que apontam um risco aumentado de desenvolver o câncer de esôfago em pessoas que fazem uso frequente de chá mate quente, conhecido no sul do país como o chimarrão.

Em maio deste ano, um grupo de 23 cientistas de 10 países que fazem parte da IARC (International Agency for Research on Cancer) decidiram fazer uma grande revisão dos todos os dados científicos sobre esta associação entre a bebida chimarrão e os pacientes de câncer de esôfago.

Segundo os dados obtidos na pesquisa é muito provável que o risco de câncer de esôfago, associado ao consumo do chimarrão, esteja relacionado diretamente com a temperatura com que a bebida é ingerida, ou seja, muito quente.

Quando este mate é consumido gelado ou em temperatura ambiente, segundo os estudos, parece não ser nocivo à saúde.

Todavia, o consumo em temperatura quente ou muito quente (acima de 65oC) está associado a um risco maior de câncer de esôfago.

Neste caso, lembre-se sempre da regra: se a língua reclamar da temperatura, é melhor não engolir.

Dr Flavio Sabino – Cirurgião Oncológico de Estômago e Esôfago